Momentos de reflexão,auto-conhecimento e paz interior. Cantinho ecumênico ...Um pouco... O melhor de cada palavra e caminho de SENTIR DEUS,ter PAZ INTERIOR.Não importando a minha ou a sua crença. Somos livres , perfeitos,abundantes em sabedoria divina. Agradeço sempre a sua visita aqui. Bjs de luz e paz Namastê!

sábado, 7 de abril de 2012

Candidíase crônica: Uma doença ignorada

A candidíase é uma doença que até pouco tempo atrás, era mal diagnosticada ou ignorada, causando frustração e sofrimento, especialmente entre as mulheres. A causa desta doença é um fungo chamado Cándida albicans, que está presente no aparelho digestivo e na vagina. A maioria das pessoas parece conviver bem com ela. Mais aquelas que, por diversas razões, apresentem alterações da flora intestinal ou baixa imunidade, podem sofrer as conseqüências do crescimento desordenado do fungo no intestino e vagina, dando lugar a aparição de sintomas, muitas vezes inespecíficos, como cansaço, queda de cabelo, diminuição da capacidade de concentração, prisão de ventre, alterações da libido, compulsão por doces, ou micoses superficiais em pele, unhas e infeções ginecológicas de repetição.
Como age a Cándida albicans
Quando a levedura Cándida albicans prolifera, adota uma forma fúngica, o que significa que se torna um microorganismo agressivo capaz de atacar a parede intestinal, produzindo inflamação e excesso de permeabilidade, permitindo que a Cándida atravesse a barreira intestinal e chegue a corrente sangüínea, podendo atingir qualquer parte do organismo.
Quando o sistema imunológico detecta a invasão, organiza um esquema de defesa. O resultado é uma reação imunológica que causa sintomas como dor de cabeça, fadiga e dores articulares. Se cronificar, o sistema imunológico se mantém ativado indefinidamente, levando a um desgaste e uma resistência cada vez menor.
Esta é uma das causas pela qual o paciente apresenta uma piora física e mental, e fica sujeito a continuas gripes e outras infeções, que são tratadas com antibióticos, piorando o quadro.
Outra das razões pelas quais a Cándida provoca tantos sintomas, deve-se á produção de uma substância chamada acetaldeído, altamente tóxica. Esta toxina é produzida pela Cándida ao transformar o açúcar (consumido na dieta) em álcool. Por isso algumas pessoas que sofrem de candidíase têm a sensação de sofrer de ressaca crônica.

Os efeitos do acetaldeído são:
- Formação de substâncias vasoativas, como a adrenalina, que provoca sintomas como nervosismo, taquicardia e pânico.
- Reage com o neurotransmissor dopamina, o que pode causar depressão
- Produz histamina, e por tanto facilita a inflamação e reações alérgicas
- Alteração de células e enzimas
- Alteração do sistema imunológico
- Destruição do Glutation e a cisteína, necessários para desintoxicar o organismo
- Consome as reservas de Vitamina B6, importante para o equilíbrio do sistema imunológico e hormonal.

A Cándida albicans, atinge também receptores hormonais das células, concorrendo com os hormônios, o que pode causar problemas menstruais, infertilidade e endometriose, dentre outros.
Devido ao estado de intoxicação em que o paciente se encontra, o fígado é sobrecarregado no trabalho de desintoxicação. Para isto precisa de mais nutrientes que, por causa do mau funcionamento do intestino, não consegue obter. Por isto o estado de alguns paciente se agrava quando entra em contato com perfumes, fumo ou outros químicos inalados.
O tratamento da candidíase crônica requer varias medidas. Além do tratamento específico para o fungo, deve se fazer uma reposição nutricional e de flora intestinal, assim como uma orientação alimentar para evitar o excesso de açúcares e levedos, e incentivando o consumo de alimentos frescos.


fonte: http://clinicanutricaoestetica.com.br/blog/?p=209

Nenhum comentário: